Hospitais Universitários

"Rede Ebserh tem o melhor atendimento do SUS", diz ministro da Educação

ter, 10/09/2019 - 17:41

Em evento de gestores, Abraham Weintraub reforçou o papel da instituição no ensino e na pesquisa

Titular da pasta da Educação também afirmou que Ebserh é referência para o setor público

Brasília (DF) – “Temos um desafio enorme! Existe uma demanda muito grande para que mais hospitais se juntem à Rede Ebserh, pois o atendimento é o melhor do SUS [Sistema Único de Saúde]. Mas não podemos nos esquecer que a função original da Ebserh é preparar profissionais de saúde para o Brasil”. A frase do ministro da Educação, Abraham Weintraub, marcou sua participação no Encontro da Alta Gestão da Rede Ebserh – evento que reúne hoje (10) e amanhã (11), gestores da sede e dos 40 hospitais universitários federais vinculados à instituição.

O objetivo do Encontro é discutir e viabilizar soluções para os principais desafios das unidades hospitalares, abordando temas como saúde digital, gestão de pessoas, eficiência energética, compras centralizadas. Devido aos resultados positivos, o titular da pasta da Educação afirmou que a Rede Ebserh tem apresentado uma ótima relação de custo e benefício. “Nossas propostas têm que ser compatíveis com o retorno que damos para a sociedade.  E hoje a Ebserh é referência para o setor público. É um caso de sucesso, é o futuro”, destacou Weintraub.

O presidente da Rede Ebserh, Oswaldo Ferreira, recebeu o ministro e salientou a responsabilidade que o Ministério da Educação (MEC) tem em relação aos hospitais universitários federais, com a destinação de mais de 80% dos recursos das unidades. “Nós temos que prestar contas ao MEC quanto à nossa responsabilidade de formar profissionais de saúde. Esses são os responsáveis pelo campo prático, pela assistência à população”, disse Ferreira referindo-se ao papel de ensino e pesquisa próprio de hospitais de ensino, como os que compõem a Rede Ebserh.

Transparência e controle

Além das propostas de ação e compartilhamento de informações, o evento também previu pautas voltadas à conduta ética e à transparência das instituições, debatendo ações de Governança Pública e Compliance (dever de seguir leis e normas). Uma das palestras foi conduzida por Carlos de Pinho Filho, auditor de Controle Interno da Defensoria Pública do Distrito Federal.

Outra palestra, a ser realizada na quarta-feira, 11, abordará ética e integridade em empresas estatais, com Rafael Di Bello, auditor federal de Controle Externo que atua no Tribunal de Contas da União (TCU). Os temas foram escolhidos tendo como referência as mais diversas ações no Governo Federal de forma a evitar riscos de integridade, que são ações ou omissões que podem favorecer a ocorrência de fraudes ou atos de corrupção.

Ao final do evento, os superintendentes dos hospitais assinarão um contrato de objetivos para a implementação de um plano de investimentos, que estabelece a responsabilidade dos envolvidos na conclusão de obras ou compra e instalação de equipamentos.

Sobre a Rede Ebserh

Vinculada ao Ministério da Educação (MEC), a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) foi criada em 2011 e, atualmente, administra 40 hospitais universitários federais, apoiando e impulsionando suas atividades por meio de uma gestão de excelência.

Como hospitais vinculados a universidades federais, essas unidades têm características específicas: atendem pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), e, principalmente, apoiam a formação de profissionais de saúde e o desenvolvimento de pesquisas. Devido a essa natureza educacional, a os hospitais universitários são campos de formação de profissionais de saúde. Com isso, a Rede Hospitalar Ebserh atua de forma complementar ao SUS, não sendo responsável pela totalidade dos atendimentos de saúde do país.

Fonte
Coordenadoria de Comunicação Social da Rede Ebserh
Ebserh Sede
Encontro da Alta Gestão da Rede Ebserh
ministro da educação
Abraham Weintraub
superintendentes
SUS
gestão