HU-Unifap

Após reunião, novo hospital do Amapá está mais perto de fazer parte da Rede Ebserh

qua, 09/10/2019 - 19:12

Próxima fase irá definir prioridades, estabelecendo quais serviços serão oferecidos e quantos profissionais serão necessários na unidade

Próxima etapa é essencial para determinar quais serviços serão oferecidos e quantos profissionais serão necessários

Brasília (DF) – A próxima etapa para que a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) assuma o Hospital Universitário da Universidade Federal do Amapá (HU-Unifap), ainda em construção, será a definição do perfil assistencial da unidade. O acordo foi feito nesta quarta-feira, 9, em reunião na sede da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), estatal vinculada ao Ministério da Educação (MEC) e responsável pela gestão de 40 hospitais universitários federais em todo o país. A reunião foi conduzida pelo presidente da Rede Ebserh, Oswaldo Ferreira, com a participação da bancada legislativa federal do estado do Amapá e de gestores da instituição.

De acordo com Oswaldo Ferreira, a reunião foi importante para tirar dúvidas dos presentes, esclarecer o papel da Rede Ebserh no processo e quais etapas ainda restam. A próxima fase é definir prioridades, estabelecendo quais serviços serão oferecidos e quantos profissionais serão necessários: o chamado perfil assistencial. “Para implantar uma obra dessa magnitude, é fundamental estabelecer as fases do projeto. Apesar de não ser possível fazer tudo o que queremos de uma vez só, também não é nosso desejo reduzir o projeto original, o que já havia sido acordado. O que precisamos é colocar a execução do projeto dentro de uma sequência, o que é natural”, explicou o presidente da estatal.

Quando inaugurado, o HU será um importante espaço de aprendizado e desenvolvimento do ensino, pesquisa e extensão para vários cursos da Unifap, além de oferecer atendimento de saúde. “Não podemos nos esquecer que se trata de um hospital que pertence à universidade e, como não poderia deixar de ser nesse contexto universitário, servirá como campo de prática para alunos” lembrou Ferreira. 

Outro ponto salientado pelo gestor foi a importância dos profissionais que irão compor o quadro de pessoal do hospital. No caso da Rede Ebserh, toda a contratação é feita por meio de concursos públicos. “Apesar de ser uma obra grandiosa, não se resolve nenhum problema com equipamentos e paredes; se resolve com gente. Faremos uma proposta de dimensionamento para o hospital, mas isso depende de uma análise técnica. As contratações serão realizadas de forma correta, para chegar ao final do processo com todas as especialidades profissionais previstas”, finalizou.

Participaram da reunião o senador Randolfe Rodrigues, os deputados federais André Abdon, Aline Gurgel, Camilo Capiberibe, Luiz Carlos e professora Marcivânia, os professores da Unifap Max Alcolumbre e André Medeiros, além de assessores parlamentares. Pela Rede Ebserh, estiveram presente o vice-presidente da instituição, Eduardo Vieira, o diretor de Gestão de Pessoas, Rodrigo Barbosa, além de outros gestores e técnicos da estatal.

Sobre a Rede Ebserh

Vinculada ao Ministério da Educação (MEC), a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) foi criada em 2011 e, atualmente, administra 40 hospitais universitários federais, apoiando e impulsionando suas atividades por meio de uma gestão de excelência.

Como hospitais vinculados a universidades federais, essas unidades têm características específicas: atendem pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), e, principalmente, apoiam a formação de profissionais de saúde e o desenvolvimento de pesquisas.

Devido a essa natureza educacional, os hospitais universitários são campos de formação de profissionais de saúde. Com isso, a Rede Hospitalar Ebserh atua de forma complementar ao SUS, não sendo responsável pela totalidade dos atendimentos de saúde do país.

Fonte
Coordenadoria de Comunicação Social da Rede Ebserh
Ebserh Sede
hu-unifap
amapá
reunião
parlamentares
perfil assistencial